Postagens

Mostrando postagens de Junho 25, 2010

O SER 2000 (parte 1 e 2)

Imagem
Nasceu mais uma bomba relógio O rebento prodígio atual feito de negação Pólvora circula nas veias desse ser biológico Pronta entrega de emoção
Expondo tudo e todo sentimento A todo momento, a todo lamento O torno apertando seu cérebro Célebre pessoa de mãos dadas com seu sofrimento
Escorre por todos os seus dedos Essa animação que outrora desanimada Do nada mais uma semente germina Mas que acaba por dar em nada
Acabou o sonho e com ele vem o pesadelo Ecoam no céu gritos de infelicidade A normalidade é mera conjectura O caos é pura formalidade
hoje é um dia comum Defecam em um povo pobre uma bomba Um Deus qualquer para causar discórdia Um outro para o próximo afronta
Estou aqui e pronto Estupefato com o fato É assim a bola poluída Me largaram nessa ralo
Nasci para fazer volume Excesso de contingente Ta lotado de estrume no mundo Pensando e fingindo ser gente
E a camada de ozônio? E a massiva perda do hormônio? Tudo enferrujado e imundo Onde se compra os neurônios?
Um botão para acabar com isso Urânio solto no ar Um sor…
Imagem
Pessoas Inteligentes
Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas se divertia como idiota da aldeia.
Um pobre coitado, de pouca inteligência, vivia de pequenos biscates, esmolas.
Diariamente eles chamavam o idiota ao bar onde se reuniam e ofereciam a ele a escolha entre duas moedas: uma grande de 400 REIS e outra menor,de 2.000 REIS.
Ele sempre escolhia a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos.
Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e lhe perguntou se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos.
'Eu sei' - respondeu o tolo assim: 'Ela vale cinco vezes menos, mas no dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e não vou mais ganharminha moeda.

'Pode-se tirar várias conclusões dessa pequena narrativa.

A primeira: Quem parece idiota, nem sempre é.
A segunda: Quais eram os verdadeiros idiotas da história?
A terceira: Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de renda.

Mas a conclusão mais interessante é: A percepção de qu…
Imagem
Do Próprio Veneno
Arranca o meu coração e coma Beba minhas lágrimas de dor Me pisa já que estou deitado na lama Sempre fez da minha vida um horror
Vem com uma pedreira nas mãos Com sua dinamite e punhal Os arqueiros, guerreiros e canhões Para sua vitória final
Porque não desiste e me deixa Tem que rir e me fazer sofrer Bater, cuspir e pisar na cabeça Dizer que sou impotente ao seu ver
Nunca foi feliz ao meu lado Já me traiu com outra mulher jamais teve comigo um orgasmo Nem um momento de prazer qualquer
Disse que nosso filho não é meu Mesmo eu vendo que se parece comigo Sei que nessa taça um veneno me deu Mas eu troquei a mesma contigo.
André Anlub
Imagem
Folhas AmassadasToquei a sua face e enxuguei o seu prantoLimpei seus lábios que mordeu e sangrouDesfiz as tranças feitas para me salvarDescer do nosso castelo em chamasO farto fogo que você ateouTudo muito claro, poesia em jogoMais uma vez do jeito que almejouAs rimas muito falhas, folhas amassadasParecem às toalhas sujas que por fim deixouO vento bate a porta, a torta ficou prontaA chave cai ao chão, o fogo apagouDemonstro minha fraqueza, alguém logo me apontaProcuro em todo canto o que você já achouSeus dedos tocam minha face de coitado morEsnoba-me bem baixinho ao pé do ouvidoTrata-me infeliz como qualquer individuoNa sua vida sempre sou de ruim a piorOs poemas saem sujos, magníficos detalhesBandeiras perfuradas pelas flechas dos cupidosCarrancas dos navios, belos entalhesGuerreiros Nórdicos, não lhe darão ouvidosAndré Anlub
Imagem
Felicidade, Sentimento ImponenteComeço dizendo que tudo que fui, que sou, e que um dia serei, basta saber uma coisa, haverá felicidade sempre, por que essa necessidade constante de ser feliz?É obrigação, vaidade, é uma doença que invade o ser, desde a infância quando ainda começa a dar os primeiros passos em direção aos primeiros brinquedos, indo de encontro às primeiras pessoas, querendo ser feliz, arrumar distração. Se todos olharem para trás irão perceber que foi assim, e se seguirá assim eternamente, enquanto vivermos, uma procura por um sentimento que nem ao menos é palpável, mas que é maravilhoso e recompensável.É de dentro para fora e de fora para dentro, é redundante, é uma metáfora ou pode não ser, não importa, o que vale é sentir. De tudo que temos de melhor, é elao melhor, de nada vale o amor se não houver a felicidade, ela é dona de todos os sentimentos, dona de todas as riquezas, da ignorância a cultura, do pobre ao rico, do mais velho ao mais novo, vocêjá pensou uma cois…
Imagem
Ser modesto e ser medonho

Os olhos vêem, o coração sente
Palavras soltas, versos obscenos
A língua passa por entre os dentes
As mesmas cenas passam a minha frente

Não me amofino, restou só eu
Absolvido por um talvez
Na sua vez, uma ré sofrida
Que nessa vida pagou o que fez

Todas as sombras são desejos
O seu jeito quase assombra
Unicórnio com dois chifres
Eu quero é mais, aceito a honra

Nesse mundo alheio
Ser um ser bem pequeno
Um pingo d’água, uma semente
Vagamente um grão de areia

O que restou da mágoa
Por entre o concreto e o abstrato
Estar perto ou em um sonho
Ser modesto e ser medonho
Um gambá ou ser um gato
Em todo canto procuro
Bem longe e próximo do mundo
Ser parte do seu rebanho.

André Anlub
Imagem
Cotidiano
Com idade de ser um homem feito E com defeito que carregamos no peito Faço uma rima com carinho e verdade E não imagino como seria de outro jeito
E não aceito essa tal desigualdade Com respeito durmo tranqüilo no meu leito E acordo as cinco horas com muita vontade Faço um verso para alegrar o meu dia
Vou correndo pra bendita labuta Não vou xingado igual uns filhos da truta Vou contente sabendo que mesmo a tardia O meu salário aparece no bolso
O meu esforço jamais é a esmo Minha índole continua um colosso Por um momento paro e escrevo Por um segundo paro e te ouço
Me dá um abraço e me deseje bom dia Pego a marmita e encho de novo Carne moída e um bocado de ovo Para dar sustância e também energia
Logo às seis horas largo esse batente Vou ao dentista arrancar mais um dente E chego em casa com uma fome danada Marco presença com minha doce amada.
André Anlub