Postagens

Mostrando postagens de Julho 7, 2010
Imagem
UMA MEMÓRIA ESQUECIDA

Adormeceu por engano
Focado no sigilo da mente
Sangue escorrendo no cano
Memórias de um indigente

Sorriso falso nos lábios
Na boca a falta de dentes
Um cicatriz na sua face
Corta um de seus olhos azuis

O cabelo caindo em maços
Por dentro estava em prantos
De repente se aprofundou tanto
Passou a falar esperanto

Já no limite do querer
Não reconhecia ninguém
Sua boca vazia que pronunciava ao vento
Do inferno ao firmamento
Do rodízio de almas contento

Um universo sombrio
Achou bem escondido
O calor ao invés do frio
Casas antigas de pedra
Calhas entupidas de folhas
Árvores cortadas a esmo
Ruas com um toque de medo

Mulheres nuas sendo violentadas
Sempre acontecendo ao relento
Donas do tudo e do nada.
Tudo no absoluto segredo

André Anlub