Postagens

Mostrando postagens de Julho 18, 2010
Imagem
INTERIORZIM

Fogão a lenha e tutu
Feijão, arroz e angu
Som bom de viola
Criançada vindo da escola
Feijoada no final de semana
Um suco misturado com cana
Um grilo e sapo pra gente ouvir
Uma boa rede pra dormir
Fogueira a noite
Muito mosquito a zunir
Todos na mão um açoite
Um barulhim de grilo pra deitar
Uma companheira pra acompanhar
Aos sonhos abandonada
Entre pesadelos e tormentos
Indo do tudo ao nada
Entre o inferno e o firmamento
Noites frias, noites quentes
Poesias com um tom de amor
Pensamentos, varias mentes
Nos unimos nesse fervor
Para evitar ter tédio
Me encontrei na brincadeira
A infelicidade tem remédio
É só não se preocupar com besteira
Viver simplesmente a vida
Não falar asneira
Qualquer porta é a saída
Não magoemos ninguém
Para não sermos magoados
Na vida ninguém é de ninguém
Assim todos seremos respeitados
Provo um beijo de amor
Mas o seu me apetece mais
Nunca quis o de outra
De outra pessoa jamais

André Anlub