Postagens

Mostrando postagens de Setembro 10, 2010
Imagem
Na Fazenda

Gosto de dias nublados, com cheiro de mirra
De sentir em mim, leve brisa e preguiça
Por tanto apareça e me faça uma surpresa
Venha no próximo trem, você, minha sina.

Faço um café e massa de pão
Vou ordenhar algumas vacas e preparar queijo minas
Pegar alguns ovos e fazer omelete
Ponho a mesa e acendo o fogão.

Eu sei que vou repetir que você me fascina
Eu busco na minha vida, carinho e perdão
Carinho pela carência e perdão pelo passado
Às vezes eu penso que o amor sempre chega atrasado
Mas vejo a minha idade com o mundo nas mãos

Nas mãos também tenho a faca e o queijo
E cada pedaço que como faz falta o doce do beijo
É o sabor que faltava de uma goiabada
Então espero você chegar minha quimera amada

As rosas e margaridas clamam seu nome
O orvalho começa a cair como uma lágrima divina
Começa uma leve chuva como purpurina
Mas logo as nuvens negras, dissipam e somem

E sua mão abre o portão chamando meu nome.

André Anlub