Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 1, 2012

Em um Domingo

Meus lábios se tocam

A pupila retrai

Respiração ofegante

Uma gota de suor do indicador cai

Não sei onde esconder minhas mãos

As pernas tremem

No cinema diriam que é sedução

Na vida real mentem

As cores ficam mais vivas

A tristeza mais morta

Coço a testa

Depois a coxa

Vou indo em sua direção

Ninguém em contramão

Me apoio em seus ombros

Meus lábios deixam de se tocar

Entorto a cabeça...

Vou te beijar

Anseio que jamais me esqueça.


André Anlub