Postagens

Mostrando postagens de Abril 12, 2012
Imagem
Quero voar

Sem amor me sinto homem nu
Mas não em cama de lençóis de seda
Sobrevivente nos pólos norte e sul
O frio fazendo o coração gritar que ceda.

Mas procuro, caço e vou além
Marco território como um animal
Jogando a isca para alguém
Mas nunca engodo superficial.

Quero mergulhar na paixão
Como semente forte no chão
Que cresce e se torna jatobá.

Pode ser amor perigoso
Infiel, insaciável e fogoso
Mas que me proporcione voar.

André Anlub
Imagem
Caso do Acaso do Amor

Brumas sobre águas de um charco
Impérios de um só rei
No brilho do meu espírito
Ato do fato se fez.

Perdida sem remos nem barco
Cria-se um grande amor
O ontem, hoje e o infinito
Navegam banhados em um fardo.

Sinto-me colhido maduro
No pé da árvore da vida
Nasci para todo sentido
De pé ao pé de um muro

Natural e sublime
É cega, irmã da justiça
Entre o fresco e a carniça
Deitado em uma cama de vime

Te aceito paixão imprevista
Amor à primeira vista
Faço do acaso companheiro
Agora dono do meu mundo inteiro

André Anlub