Postagens

Mostrando postagens de Maio 16, 2012
Imagem
Será que a paz que busca pessoas que a prezam... Anda sumida?
Será que as rezas que são os matrimônios de descansos e paz...
Quebraram, fundiram ou nunca existiram?

Nada disso...
Não percamos a fé!

- André Anlub -

Imagem
Lançado ao alto
Inspiração...
Junto ao poeta e seus heterônimos
São seres solitários
Habitam o encéfalo
Como neurônios na multidão.

- André Anlub -

Imagem
O Brasil não tem tempo para cultura... Afinal; fococas, futebol, silicones e trocas de casais famosos ocupam um tempo danado!
Falo sem demagogia, pois acho que tem espaço para tudo!

- André Anlub -

16 de Maio - Dia do Gari

Imagem
Imagem
Das idolatrias

Brotaram no desabrochar dos lindos campos
Suas essências... Deixadas como folhas em vendavais
Voando, vagando, sem destino por entre pensamentos e alentos
Como mãos que tocam almas, fazem de harpas sons siderais.

Do seu grito que alcança o espaço
Ensurdecendo, de forma assustosa, supostos deuses e planetas.
Como se fosse aço derretido
Incide uma lágrima densa, que se encandeia e torna-se magma.

A magnitude do seu olhar...
Capaz de fazer dois mundos se apaixonarem
Das luas... pequenos vaga-lumes
De mim... o que quiser.

Meu ar, meu chão.

A imponência de sua respiração é sublime sopro...
Ah, dessa nem devo falar...
Mais bela e importante de todas...
A criação.

André Anlub