Postagens

Mostrando postagens de Maio 19, 2012
Imagem
Algumas Histórias XI

Um homem no Limbo

Em meados dos anos noventa, em um apartamento aconchegado
Cercado de amigos, festas, viagens, idealismos e psicotrópicos
Regado à delicadeza de uma vida branda e deveras desatinada
Dias curtindo praias, fazendo fuligem, ouvindo rock e muito alto
Homem nada abstêmio vivia quase o dia todo dopado.

Por dentro um grito estrídulo
Por fora um corpo beirando o franzino
Tinha quase um milhão de amigos
No mundo dele era um estranho no ninho.

Nessa sua vida na lua não via a vida passando
Tratava mal seus amigos e afetos
Não sentia as amizades se esvaído
E o carrasco da velhice chegando.

Chegando o ano dois mil
Viu a luz no final do seu túnel
Oportunidade de mudar o seu rumo
Abandonar o que sempre foi vil.

Fugiu das grades das celas...
Fantasmas
Procurando as portas certas...
Maturidade.

Não buscando os caminhos mais fáceis...
Parou de pular as janelas.

André Anlub


Imagem
Não existe um passo maior que a perna
Existe a perna curta demais
Tempo a gente faz para transpor as barreiras
O pior da vida é não vivê-la mais.

André Anlub

Imagem
Reconquistar a vida

Cavalgadas, lições, madrugadas, lençóis
Saboreando o soberano dia a dia, detonando a monotonia.

Um truque, uma trinca, um brilho, um chute, esquivo
Dinheiro, sucesso, inteiro, impedem e peço.

Fazendo valer cada minuto, segundo
Vivendo, mergulhando na plenitude.

São noites cheias que adornam dias belos
Águas cristalinas
Milhas de cachoeiras de marmelo.

Brincando de pular corda
Acordo soltando pipas
Rei de castelos de areia
As piscinas transbordam.

Suando, com prazer, a camisa
Reconquistando a emoção da vida...

André Anlub


Imagem: arq pessoal
Imagem