Postagens

Mostrando postagens de Julho 26, 2012
Imagem
Dia no vácuo

Ontem a inspiração não deu as caras
Tornou-se peça muito rara
De um dia chuvoso de março.

Ontem nem sinal de uma ideia
Mesmo com choro e com vela
Com água que encharcou a janela
Respingou nas minhas pálidas folhas.

Ontem mudei na arte o meu foco
Já estava com saudade das bolhas
Nas tintas e em minhas mãos dos cinzéis
Dos pincéis tirei a poeira
E encruei na mente a aquarela.

Hoje na alva das nuvens...
Como bela ave do paraíso
Desceu e mostrou-me em sorriso
Pintou as folhas brancas e telas.

André Anlub

Imagem
Dos Fetiches

Posso passar as manhãs de domingo com você?
Faço aquela massa de pão com alho que você adora
Faço suco de acerola, da nossa árvore do quintal.

Pensei em vermos aquele filme do cachorro...
Aquele que você sempre chora!
Confesso que em mim desce uma lágrima no final.

Podemos, após o filme, nos beijarmos em ventania...
Mas o amor, faremos serenamente
Orquestrando nova sinfonia
Na varanda sob a lua crescente.

Em seguida tomaremos um maravilhoso banho quente...
Quiçá na jacuzzi, com aromatizantes e ervas calmantes
Com “only time” da Enya de fundo musical
Agora somente a luz de velas.

Podemos novamente fazer amor
Com mais ardor.

As espumas na água formam desenhos
A luz do ambiente compõe de forma majestosa o cenário.

Quando tudo acabar poderemos prosear
Perguntarei o seu nome...
Seus gostos e preferências...
Se hoje fui o seu homem...
As suas andanças...
Sua profissão e reticências...

E por fim, nos dedos vazios...
Colocaremos novamente as alianças.

André Anlub