Fábio Kerouac lê o amigo André Anlub




Abril em festa? 
Pela fresta 
infesta o olhar da inveja. 
Com a porta semiaberta ela observa 
não há mais breja 
não há igreja 
queimou-se a floresta 
abril banal. 

 André Anlub®

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Um Eu qualquer

Parte XI