Café, poesia e saudade.

Não existe meio grávida, meio hétero, meio bandido; conclui-se que não exista meio mãe, meio gay e meio preso.

André Anlub®



Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer