Postagens

Mostrando postagens de Março 18, 2013

Campanha vai incluir livros em cestas básicas de todo o país

Imagem
Leitura Alimenta propõe solução simples e eficaz para popularizar o hábito da leitura em famílias de baixa renda. Saiba como ajudar por João Mello
A gente não quer só comida: a leitura é muito mais do que lazer //Crédito: Divulgação

Já virou lugar-comum mas é sempre bom lembrar: o brasileiro lê pouco. Por mais que nossa economia cresça, o contato do brasileiro médio com a literatura ainda é um território a ser explorado. Há quem diga que transformar a realidade é pegar um lugar-comum e dizimá-lo. Ao colocar livro e comida no mesmo patamar – o das necessidades básicas do ser humano - é isso que o projeto Leitura Alimenta almeja: deixar claro que alimentação cultural e alimentícia são dois lados da mesma moeda.
Pesquisas dizem que o brasileiro lê quatro livros por ano. Além do número ser baixíssimo, ele retrata uma média, ou seja: tem gente que lê 10 vezes isso, assim como tem milhões de famílias que nascem e morrem sem nunca ter encostado em um livro. O Leitura Alimenta propõe uma sol…

Boa Semana

Imagem
Para essa segundona, um Acróstico de 2009 e um texto que saiu do forno Ontem.



Descrente Radical

Imagem
Prêmio Nobel de literatura, o peruano Mario Vargas Llosa fala sobre a importância cultural do erotismo e o perigoso vazio das redes sociais
17 de março de 2013


"Se tivesse que salvar do fogo apenas um de meus romances, salvaria Conversa no Catedral." Anos depois de dizer essa frase, o escritor Mario Vargas Llosa garante que a mantém viva. Considerado um de seus principais livros, traz o retrato do Peru durante a ditadura dos anos 1950 a partir de Zavalita, jornalista que prefere a omissão a compactuar com os políticos. Colaborador do Estado, Llosa virá a São Paulo em abril para o Fronteiras do Pensamento e falou por telefone com o repórter na sexta-feira, desde Lima, sobre a obra agora relançada pela Alfaguara.


Quais lembranças o senhor guarda do romance?

O romance me faz lembrar uma história interessante. Quando foi publicado, em 1969, passou despercebido pela crítica e público - só era lembrado de forma negativa, por conta de sua estrutura narrativa. Só com o tempo, foi ga…