Postagens

Mostrando postagens de Abril 2, 2013

2 de Abril - Dia Internacional do Livro Inafntil

Imagem

Por um Rio Capital da Poesia

Imagem
Por um Rio Capital da Poesia é um movimento gerado por agentes culturais inseridos na cena literária, que busca além de articular esse mosaico de ações presentes no território, conhecer melhor o segmento e propor políticas públicas para essas ações tão legítimas.
Poesia em Pé, no Palco, em Pauta e no Papel!
Pág. Facebook:https://www.facebook.com/porumriocapitaldapoesia





Dia da Conscientização do Autismo

Imagem
2 DE ABRIL DIA MUNDIAL DA CONSCIENTIZAÇÃO DO AUTISMO O que é o AUTISMO? Autismo é uma complexa desordem neurobiológica que tipicamente dura a vida inteira ( tipicamente porque tem sido relatados casos com tratamentos intensivos em que algumas crianças conseguiram sair do espectro). É parte de um grupo de desordens conhecido como Desordens do Espectro Autista. As outras quatro desordens do espectro são: a Síndrome de Asperger, a Síndrome de Rett (conforme novas informações do VII Congresso Brasileiro de Autismo, esta síndrome já está sendo retirada do espectro por apresentar características muito próprias), a Desordem Invasiva do Desenvolvimento e a Disordem Desintegrativa da Infância. O Autismo acontece em todas as raças, etnias e grupos sociais e é quatro vezes mais comum em meninos do que meninas. Hoje, 1 em cada 166 indivíduos é diagnosticado com autismo nos EUA, tornando essa desordem mais comum do que o câncer infantil, a diabetes e a AIDS reunidos.

Três de momento

Abril em festa? Pela fresta infesta o olhar da inveja. Com a porta semiaberta ela observa não há mais breja não há igreja queimou-se a floresta abril banal.
André Anlub®


Nas horas vagas os vaga-lumes iluminam o caminho vagam de fininho em direção ao descanso. Eu, manso, me misturo ao bando sem dar bandeira acendo uma ideia na cabeça e antes que eu esqueça voo de marcha ré.
André Anlub®


Tema-me
Perder a esperança não é bom há de se armar melhor não falo só de roupas camufladas nem armas ou armaduras. A guerra é covarde e a vida é única.
Ouço o grito de Hades aprisionado no limbo jogando xadrez com si próprio com sua maldade sinistra.
Ele me sente e me olha pisca, coça o nariz e chora.
Minha foice o assombra minha sombra foi-se. Estou em pesadelos em gigantescas tempestades na não salvação e não zelo.
Sou presença minha sentença é derradeira e na cachoeira da sorte sou a seca sou a morte.
André Anlub®

Três Frases para essa Terça

Imagem