Postagens

Mostrando postagens de Agosto 15, 2013

Mil poemas para Gonçalves Dias

Reportagens sobre o evento...

Domingo foi de homenagens a Gonçalves Dias, em Caxias, terra natal do poeta: http://g1.globo.com/ma/maranhao/jmtv-1edicao/videos/t/edicoes/v/domingo-foi-de-homenagens-a-goncalves-dias-em-caxias-terra-natal-do-poeta/2752175/


Pesquisadores comemoram os 190 anos de nascimento do poeta Gonçalves Dias: http://globotv.globo.com/tv-mirante/jmtv-2a-edicao/v/pesquisadores-comemoram-os-190-anos-de-nascimento-do-poeta-goncalves-dias/2750004/

Mil poemas para Gonçalves Dias

Imagem
COLUNA DO VICENTE ALENCAR
JORNAL DA INTERNET
Edição nº 464.
13 DE AGOSTO DE 2013. 3ª FEIRA.
FORTALEZA - CEARÁ - BRASIL
Para todos os países e locais onde é adotada
a Língua Portuguesa.

13 DE AGOSTO: Dia do Economista.
Dia do Canhoto.
Dia dos Encarcerados.

ANTOLOGIA GONÇALVES DIAS
Estive, no último final de semana, em São Luís do Maranhão onde, no Palácio Christo Rei, ocorreu o lançamento da Antologia 1000 poesias para Gonçalves Dias, uma promoção da Sociedade de Cultura Latina do Maranhão, tendo à frente a escritora Dilercy Adler.

INSTITUTO HISTÓRICO E UFMA
A promoção contou com a colaboração do Instituto Histórico
e Geográfico do Maranhão, bem como da Universidade Federal do Maranhão. Tanto a presidente em exercício do Instituto, Cloris Holanda, como o Reitor, Natalino Salgado Filho se fizeram presentes, além de outras autoridades.

PALÁCIO CRISTO REI
A solenidade teve lugar no Palácio Christo Rei, antigo prédio da Reitoria da UFMA, com a Banda de Música do 24º BC, executando o Hino …

#Bonjour

Imagem
Muito feliz com a trupe do Pensepoesia (Facebook) que colocou um poema meu na capa da comunidade.

Super Simples Quero só proferir palavras agradáveis Não a expondo ao risco de ouvir injustiças Por decorrência de eu não ter o que dizer.
Quero realizar suas íntimas fantasias Quero ter e ser suas boas e más manias Só pelo fato de assim poder ser sua área de lazer.
Quero que possa contar sempre comigo Ser sua labuta e seu domingo Ou até ficar bem longe... É só querer.
Quero carregá-la suavemente no colo Poupando-a de gastar prévia energia Em direção ao seu quarto de prazer.
E, no entanto, mesmo que eu não seja suficiente Que falte sal ou que falte açúcar Que falte o ínfimo arrepio na nuca Sempre a deixarei livre para fazer o que bem entender.
André Anlub®