Utilidade Pública

Quando a Publicidade resolve fazer o consumidor pensar - o que não acontece sempre -, ela o faz com uma força incrível. Vejam este exemplo, perfeito para o momento lamentável que vivemos no Brasil: campanha de conscientização anti-estupro. Página dupla de revista. As páginas estão levemente coladas uma à outra. O leitor puxa-as, uma pra cada lado, fazendo um pouco de força. Aí então, ele lê o texto que diz: "Se você tem que forçar, é estupro". Simples e direto. Na lata.


Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer