Mais um dia triste de Setembro

Falecimento:
"Amigos poetas, nosso querido poeta Nathan de Castro faleceu agora a noite em Uberlândia. O corpo virá para nossa cidade - Patrocínio - MG. Aqui, o corpo de nosso querido poeta será velado e enterrado no dia de amanhã dez de setembro!"

Marta Peres


O Cara

© Nathan de Castro

Eu sou o cara e a cara que apresento
tem os sinais e as marcas da loucura
de bardo atrapalhado em meio à fúria
das tempestades mórbidas do tempo.

Eu sou o cara e o cara que alimento
tem fome de poesia e uma fratura, 
causada pelas pedras da luxúria, 
no peito acostumado ao passatempo.

Eu sou o cara, o morto-vivo, o ausente, 
o que perdeu o amor e, numa prece, 
quis ter de volta os olhos do poeta.

Voltar a ser criança?... Felizmente 
o tempo não tem volta e, se tivesse, 
traria as mesmas rugas na careta.

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Um Eu qualquer

Parte XI