Bom dia.

Meu abraço em todos!

O Amor é tudo, com as devidas exceções! 

O fez de servo esse amor coibido,
A mercê do seu regalo,
Diluiu-se em seu cerne,
Atravessou o fino gargalo...
Qualquer antes desafeto,

Agora é reto, sombra e estalo.

- André Anlub

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer