Postagens

Mostrando postagens de Outubro 17, 2014
ALGUNS MINICONTOS

Foi o terceiro dia de novidades ruins. Juvelínio olhou para cima e cuspiu uma série de palavrões, ao fim dos quais perguntou:
- Ouviu bem?
Exatamente nesse instante, passou um pombo.


Definitivamente, Zaugusto Bertol não cantava nada. Sem senso de ritmo, sem afinação alguma e com um pingo de voz quase inaudível. O que Zaugusto Bertol queria então inscrevendo-se para aquele concurso cuja seleção era super rígida, só passava quem cantasse bem? Vá saber.


“Só pra ver ele berrar”. Era assim que Gunacco explicava sua conduta em relação a Muskov, um amigo. Se é que cabe o conceito de amigo para alguém que goste de ver alguém berrar. Mas as pessoas têm disso. Muskov berrava e a amizade deles ia resistindo, resistindo.


Disciplinado, mas nada fanático. Assim Baravick se autodefinia. Baravick levantava sempre no mesmo horário, calçava os mesmos chinelos (resistentes: há quase trinta anos eram os mesmos), tirava o pijama (sempre o mesmo modelo), vestia-se (primeiro as meias, depo…

Ótima sexta

Imagem