Postagens

Mostrando postagens de Novembro 7, 2014

#SomosTodosDiferentes

Acreditar que as pessoas podem fazer justiça com a próprias mãos é acreditar que elas podem punir tudo que consideram errado.

A mãe de Alexandre Thomé Ivo Rajão, de 14 anos que foi assassinado em junho de 2010, conversou com Stephen Fry neste trecho do documentário "Out There" sobre a situação dos homossexuais em diferentes países do mundo. 

Essa situação piora quando o discurso vem assim: "eu te aceito, mas não aceito suas práticas". seria algo do tipo: "aceito que você seja canhoto, mas não venha escrever com a mão esquerda perto de mim". Dizer que o casamento igualitário não deveria ser aprovado porque a sua religião não permite faz tanto sentido quanto dizer para alguém não comer um pedaço de bolo porque você está de dieta.

Essa história de "aceito" já parte de um pressuposto que a pessoa é superior e precisa aceitar o outro, ninguém é superior a ninguém quando se trata de orientação sexual, apenas reconheça as diferenças e a importância del…

Rick Rosas morre aos 65 anos

Imagem
Morreu nesta quinta-feira, aos 65 anos, o baixista Rick Rosas. Músico de sessão durante mais de quatro décadas, ele se destacou a partir dos anos 1980 por colaborar e excursionar com artistas como Neil Young, Joe Walsh (dos Eagles), Jerry Lee Lewis e Johnny Rivers. A causa da morte não foi revelada.

Nos últimos anos, Rosas tocou com o roqueiro canadense na carreira solo e em suas bandas Crazy Horse (substituindo Billy Talbot, que havia sofrido um AVC), Buffalo Springfield e Crosby, Stills, Nash & Young. Ele tocou em sete álbuns de Young, entre eles "Freedom" (1989), do clássico "Rockin' in the free world". Outra parceria foi com a banda da então esposa do músico, Pegi.

Rosas também foi um antigo colaborador de Joe Walsh, a quem conheceu na década de 80. Com ele, gravou seis discos. Outros colaboradores ao longo dos anos foram Etta James e Ronnie Wood.

Read more:http://oglobo.globo.com/cultura/musica/baixista-de-neil-young-joe-walsh-rick-rosas-morre-aos-65-anos…

ALB seccional da Bahia

Imagem
Duas alegrias inenarráveis que são fazer parte da Elos Literários com a querida amiga poeta Pérola Bensabath com suas ações em prol da literatura, e a de ser indicado e agora membro correspondente da ALB seccional da Bahia. Meu abraço aos Elos-escritores, membros da ALB e amigos amantes das letras. ---  Site: http://albswiss.blogspot.com.br/

Aniversário de Cecília

Imagem
Cecília Meireles foi poetisa, pintora, professora e jornalista. É considerada umas das vozes líricas mais importantes da literatura de língua portuguesa. Deguste seus poemas.

Cecília Benevides de Carvalho Meireles (Rio de Janeiro, 7 de novembro de 1901 — Rio de Janeiro, 9 de novembro de 1964) foi uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. É considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa.


Tu Tens um Medo Cecília Meireles
Acabar.  Não vês que acabas todo o dia.  Que morres no amor.  Na tristeza.  Na dúvida. No desejo.  Que te renovas todo dia.  No amor.  Na tristeza  Na dúvida.  No desejo.  Que és sempre outro.  Que és sempre o mesmo.  Que morrerás por idades imensas.  Até não teres medo de morrer.  E então serás eterno.  Não ames como os homens amam.  Não ames com amor.  Ama sem amor.  Ama sem querer.  Ama sem sentir.  Ama como se fosses outro.  Como se fosses amar.  Sem esperar.  Tão separado do que ama, em ti,  Que não te inquiete  Se o amor leva à felicida…

Acalmando a alma VII