Postagens

Mostrando postagens de Novembro 20, 2014

Bienal de Minas

Imagem

Meus cães, os cães...

Publicação by 24 Horas. Diario sin Límites.

Miúda, Van Gogh e Matisse (André Anlub - 3/2/09)
Meus cães são meus amores Senhores, donos da situação. Não guardam rancores Nunca me deixam na mão.
Vivem com a língua para fora Mendigando carinho. Brincar? Só se for agora! Detestam ficar sozinhos.
A Miúda peguei na estrada, Estava ensopada e com frio. Com certeza foi abandonada Por algum individuo sombrio.
Van Gogh eu adotei pelo GAPA (Grupo de Assistência e Proteção Animal) Eles cuidam de animais maltratados, Fazem um trabalho legal.
Matisse é o rebento dos dois, Cão lindo, parceiro e afável. Cresceu parrudo e profícuo E tem um humor instável.
Assim sigo com os meus filhos Dando afeição, ração e amor. Sou uma pessoa de sorte Por deles receber o calor.

20 de Novembro - Dia Nacional da Consciência Negra

Corações
(André Anlub - 9/6/13)

Nos corações ainda se ouvem
O eco dos berros perdidos nos navios;
Gritos de dores e amores de ontem
Abafados pela cobiça dos sorrisos vazios.

Há rosas línguas dançantes,
Bailando em sonhos como bailarinas;
Na utopia de todo o montante
Misturam-se todas as etnias.

Tambores atravessaram o oceano,
Alegraram ouvidos distintos,
Na beleza do duelo nas rodas 
Que são danças, lutas e ritos.

A origem de tudo que é hoje
Está exposta para quem quiser ver,

Desde o seu reflexo na poça d’água
Até a abusão cega e rasa
Dos que dessas águas
Jamais vão beber.