Despedida IX

Abaixo:
"Em 1980, Chico Buarque participa do programa "Canal Livre", da Bandeirantes, comandado pelo jornalista Roberto D'Ávila. Os entrevistadores são: Tárik de Souza, Paula Prétola, Vivi Nabuco, Zuenir Ventura, Olívia Byington, Luiz Carlos Franco, Claudio Azeredo, Mauricio Beiru, Ana Maria Tornai e Moreira da Silva."



Despedida IX

Subiu a colina mais íngreme,
Audaz cabrito montês;
Fez seu filme na bravura,
Desenhou nas pedras a astúcia,
Onde passou com os seus fortes cascos.

Por que será que ele sobe tal pedra?
Penso na vida assim:
Às vezes desafios sem nexo que buscamos por aventura,
Por comodidades, por boemias.
Às vezes desafios concisos, extremamente necessários.

A cena se fez diante dos meus olhos,
Talvez na importância da minha história;
O homem atrás de sua glória,
Fugindo dos terrenos fiascos.

Um mortal louco subiu a montanha mais alta;
Talvez para outros olhos seja pouco,
Talvez para outros poucos sejam olhos;
Mas será que o que o outro pensa, importa?

A cena se desfez em um instante,
Com o toque do telefone;
Agora a questão já é outra,
Pintar de rosa o elefante.

Desceu a montanha mais alta,
A imaginação passageira;
De dia a luz não faz falta,
De noite trouxe à luz a parteira.

André Anlub®
(10/1/15)

Canal Brasil: 
"Neste domingo, 11/01, às 23h30, o programa 'Abertura' resgata uma entrevista histórica de Chico Buarque, onde ele falou sobre o que esperava da abertura política no Brasil e criticou o que chamava de "democracia de fachada". Não perca!"

Veja um trecho clicando no link a seguir: http://bit.ly/ChicoAbertu

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Um Eu qualquer

Parte XI