Dueto da tarde (LXXXV)






Dueto da tarde (LXXXV)

Aquele corpo delineado – no sol suado – contornos perfeitos que ainda carrega no íntimo uma imensa inteligência, 
Tomara, Deus queira, queira Deus não seja apenas imaginação de quem o deseja.
Com o psicológico inalterável e a certeza de vestir-se mulher maravilha, vive de bem com a vida e os olhares discretos alheios são apenas olhos bem-vindos.
Com os olhares indiscretos faz uma sopa e dá aos pobres.
Aquele corpo delineado foi envelhecendo, perdendo as linhas certas, retas, mas ganhando ainda mais brilho.
A indiscrição dos olhares talvez não perceba. Não importa. A dona do corpo não se importa. Nunca foi catequista, e todas as suas conquistas deram-se pelo completo, irretocável, delineado e nada velho e acabado intelecto.
Quem a levou para a cama reclama créditos. Ela simplesmente desconsidera e espera que desconsiderar seja suficiente.
Quem a levou ao nirvana de nada reclama, pois sendo experiente procurou além da cama, a companheira, a respeitosa faceira que faz sexo interna e externamente.
Sexo complexo para quem não percebe, sexo reflexo para quem atravessa as espessas camadas da bruma e só vê o sol.

Rogério Camargo e André Anlub
(6/3/15)

Vídeo: Raul de Souza é, sem dúvida, um mestre da arte musical, mas se insere também na de inventor, no sentido literal: criou um tipo original de trombone, com direito a patente e tudo, o Souzabone, descrito como "um trombone em dó de quatro pistos, com dois gatilhos de correção de afinação e um registro para mudança de tessitura para notas mais graves; tem ainda um captador eletrônico e pedais que permitem vários efeitos como wahwah, delay, chorus e oitavador". Show de lançamento do projeto "O Universo Musical de Raul de Souza", que inclui o primeiro DVD do músico (gravado ao vivo no SESC Vila Mariana) e o CD inédito "Voilá", pelo SeloSesc. Com Raul de Souza (trombone e souzabone); Glauco Solter (baixo); Serginho Machado (bateria); Mario Conde (guitarra) e Fábio Torres (piano).
Participação especial Hector Costita - saxofone - Gênero: Jazz

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer