Enxugando os Prantos

1 Negro em 100#tvCarta Único aluno negro em uma sala de 100 no primeiro ano de administração na FEA, Renan Silva precisou se levantar do lugar para defender a adoção de cotas raciais na USP. O desabafo foi uma resposta à oposição da professora e de alguns alunos em iniciar um debate sobre o assunto, como pedido pelo movimento negro, que acabara de entrar na sala. A negativa aumentou a tensão que terminou em uma discussão filmada por um aluno contrário às cotas. O vídeo, compartilhado pelo Quebrando o Tabu, viralizou: 2,3 milhões de acessos. Dias depois da briga, Renan conversou com CartaCapital no prédio da FEA. No vídeo ele relembra a discussão e explica porque, embora não seja cotista, defende que a USP também adote o sistema de cotas raciais.
Posted by CartaCapital on Quarta, 1 de abril de 2015


Enxugando os Prantos 
(André Anlub - 8/7/10)

Toda a paz do mundo caindo em gotas de chuva
Plena abundância do amor
Reconstruída a fé e a esperança
Saúde dando aos montes em cachos de uva.

O ciclo de felicidade dando voltas no infinito
A cada segundo mais e mais sorrisos e gargalhadas
Desarmadas todas as facções e exércitos do planeta
Soldados com roupas de banho fazendo um churrasco.

Só com uma luneta posso ver o mal que está no nada
Crianças sem fome ou sede e com um futuro abissal
Empáfias, crueldades e cóleras morrendo asfixiadas
Caem vis preconceitos, caem muros.

Pessoas que estavam perdidas sendo encontradas
Hinos de todos os países poeticamente cantados...
À toa, só fazendo assim valer gastar toda a saliva.

Presídios se tornando museus e teatros
Retratos e pinturas só de natureza viva
“Guernica” se transforma em um realismo abstrato
Toda a censura se foi depois de descer do seu salto
Não existe rabisco, a arte provém de um ínfimo traço.

Todos tem o direito de subir em um palco
Poetas surgem com os ventos, por todos os cantos
O ego e autoestima do homem se perdem no espaço
Poesia trazendo alegria e enxugando os prantos.

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer