Le Petit Maurice

Intervenção militar já existe!Intervenção militar já existe!Pra vocês que pedem intervenção militar no Brasil. Assistam esse vídeo e pensem...Este vídeo mostra a realidade de onde a PM matou uma criança. "Como informamos ontem a noite, a Delegacia de Homicídios veio ao Complexo do Alemão realizar a perícia da morte do pequeno Eduardo. Neste vídeo, você pode acompanhar como foram esses momentos." Fonte Papo Reto: https://youtu.be/OdBSLcjwtIE#GuerraNoAlemao
Posted by Podemos Mais on Sexta, 3 de abril de 2015


Le Petit Maurice 
(André Anlub - 1/10/12)

Depois de sair do seu banho...
    Reparte o cabelo ao meio,
        passa um pouco de Gumex,
           no pulso seu belo Rolex.
               Separa um trocado pra cerva,
                  não se esquece da erva
                    e a chave de seu Chevrolet Veraneio.
                Coloca uma bermuda de marca,
               um chinelo de dedo,
             mesmo sabendo que é cedo, 
              um uísque e dois cubos de gelo.
                  Vai sem rumo pra Urca,
                        louco varrido na praia,
                          depois uma pizzaria famosa,
                             com gente bonita faz prosa
                            (nunca soube o que é uma árdua labuta!)
                          Esse ano fez trinta anos,
                         (nunca na vida fez planos!)
                       mede um metro e noventa,  
                    um par de olhos azuis,
                ama bala de menta,
             pai rico, famoso juiz
         Estudou nos melhores ensinos,
          fez inglês nos Estados Unidos;
               mulheres ele coleciona aos quilos,
                    é inteligente e feliz.
                       Fundou uma confraria de solteiros,
                        charutos e bebidas 
                            - prostitutas e cavalos
                                Quando chegou aos quarenta,
                                   dinheiro e saúde pro ralo.
                                      A vida ficou antipática,
                                        empilhando contas em sua mesa,
                                           o burguês que migrou pra pobreza,
                                              morreu de cirrose hepática.

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer