Alcova Invisível

The most beautiful thing I have ever heard and you have the opportunity to hear Golshifteh play with me tomorrow-Jeudi 18 Juin, 20h Eglise St Roch!!(Goldshifteh Farahani on the Hang Drum)
Posted by Nadeah on Quarta, 17 de junho de 2015


Alcova Invisível
(Releitura/música – (2009/2015))

Cuide mais e mais de você, pobre figura,
Pois quem não lhe conhece que lhe venda
Vem que nem um vintém vale a sua
Se olhe no espelho e diga: me rendo.

Chuva forte, furacão – lama grossa, inundação...
Frio categoricamente abaixo de zero – às avessas – Roma com um toque de Nero.

Despertar e desesperar são o seu forte
Seu seco suor não cura seu cínico corte
Por hora você não vê porque é cego
Ressuscite ou afogue de vez o seu ego.

Vejo num "x" um final infeliz para sua vida
Estradas cheias de curvas vazias e fechadas
Nenhuma luz, nenhuma paz, indica a saída
Enquanto um abismo indica a entrada.

Chuva forte, furacão – lama grossa, inundação...
Frio categoricamente abaixo de zero – às avessas – Roma com um toque de Nero.

Alcova é o ventre da mãe ainda viva
Prostíbulo que já foi abandonado
Para sua vitória não há presunção ou resultado
De agrado: morrer é a singular perspectiva.

André Anlub

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer