E cai chuva... Não aqui!



Chove chuva... 
somente só, sou só seu a seu serviço.
Retorna sem sacrifício aos céus das minhas quimeras, e leva...
sem doutrina dou trela para que se atreva e leia aos deuses e deusas
alguns poemas de Ana C.
E caso o tempo dê... sem descaso... 
também leia alguns rabiscos meus. 

André Anlub

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer