ROESIAS

A pétala que a brisa beija
com o cuidado
de quem sustenta o mundo.

..........................

A vida que descobre a vida
num olhar que descobre a vida
num olhar.

..........................

A par seria
se a par ficasse
em vez de apartado.

..........................

A marcha do progresso
como um batalhão
indo à guerra que já perdeu.

..........................

O trabalho de não ter trabalho
sai ao sol
querendo ser o sol.

..........................

Quase domingo.
Ainda terça-feira,
mas quase domingo.

..........................

O lirismo viajante
por um roteiro
que já ter viajado inspira.

..........................

O de dois
é de um
e de nenhum
nos dois.

..........................

O mar que não tenho
é o mar que sempre terei
em ondas.

..........................

A minha casa lá longe
e tão aqui perto
a minha casa em mim.


(Rogério Camargo) 

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer