ROESIAS

Procurando
o sol no cinza que o sol deixou
que brincasse um pouco.

..........................


Trago-te um sorriso cansado
mas aprendendo
a descansar.

..........................

Todas as árvores
e mais algumas
que ainda não viram
minha floresta.

.........................

Vou te falar de expectativa
e vais me falar também,
mas não será a mesma coisa.

.........................

Nenhuma distância
maior do que estar longe
logo ali.

..........................

Não sou menor que meu tamanho.
Mesmo que sejas gigantesco
diante de mim.

.........................

Deixo-te a carta que jamais escreverei
junto com todas que te deixo sempre.

..........................

O azul da tua noite,
o azul profundamente azul
da tua noite só tua.

..........................

Um pássaro junto ao pássaro.
Os dois dizendo que não.
Os dois dizendo que sim.
E o céu também.

..........................

A amiga longe
e o coração sabendo
que longe é logo depois de logo ali.




(Rogério Camargo) 

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer