ROESIAS

Um pouco porque tudo é meu,
um pouco porque nada é
e eu não me importo.

..........................

O incêndio do céu
e o incêndio da alma
conversam todos os fogos.

..........................

Todas as certezas da certeza
e mais algumas,
incertas e belas.

..........................

A luz que chega
sem pedir licença.
A licença que chega
sem pedir luz.

..........................

Até um pouco antes
era um pouco antes.
Depois ficou apenas depois.

..........................

O dia cinza
ainda não é uma trégua definitiva
do sol inclemente, mas dá esperanças.

..........................

Toda uma procura de céu
e toda uma certeza
de que ele está lá.

..........................

Não te tenho amor:
te tenho amores.
Todos num só.

..........................


Chegarei.
Ou então serei alguém lá longe
que pensa em chegar.

..........................

Terei a noite
e as coisas da noite
para pensar na noite
e amanhecer.


(Rogério Camargo) 

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer