Postagens

Mostrando postagens de Julho 11, 2015

Dos Pragmatismos

Buenos dias!
Posted by Koz Palma on Sábado, 11 de julho de 2015


Dos Pragmatismos
(André Anlub - 12/3/12)

Na sua cabeça a filosofia deveria estudar somente o que faz diferença na vida, descobrindo com isso vários âmbitos de largada; limitando-se então a um ponto de chegada, e se não houver um efeito prático para tudo, não há saída. Não consegue se olhar no espelho, o mesmo não significa absolutamente nada... só perda de seu precioso tempo – na calada da noite é só mais um insone hipocondríaco – não escreve emoções, até duvida de tal coisa – caso pinte um quadro, será nada além de tintas, cores, em uma tela branca. Seu bom dia é frio como o inverno mais gélido; o maior desafio é uma perda, dor (jamais aprendeu a lidar com isso). É contra a ciência só para desenvolver a ciência, tem que haver um objetivo social coerente; na sua experiência de vida discorda de ideias inatas, pensa que hipóteses são inexistentes. Enfim descobre que esse frenesi mental pode deixá-lo doente, uma praticidade do…

A priori a certeza vem e fica

Um vídeo que fala sobre privilégios. Se você não tem consciência do seus ou acredita em meritocracia, deveria fazer este...
Posted by Empodere Duas Mulheres on Sexta, 10 de julho de 2015

A dialética do homem atual é transformar em filosofia coisas óbvias e lógicas, e deixar de lado o que é de suma importância ser debatido.

A priori a certeza vem e fica
(André Anlub - 7/6/13)

Os olhos negros, ressecados
daqueles que observam os indecisos.
O sapato novinho, engraxado
o uniforme impecável, passado.
Sem esquecer-se da pólvora no colarinho.

Por outro lado...
Um homem com mais conteúdo era taxado de insano
à toa, perdido na praça.
Mas é apenas um filósofo sortudo, gente de raça
com seus versos de paisagens, amores e enganos.

Dois homens em duelos
dois encargos de diferentes elos.

De um lado do ringue o opressor
dos senhores, senhor
de árvores raras, lenhador.
A criatura ignóbil.
No lado oposto a emoção
que não alimenta rótulos
nem quer ser oprimido
tampouco opressor.
O quebrador de invólucros.

A espada é erguida 
e…