Postagens

Mostrando postagens de Outubro 15, 2015

Pouco de Luto e muito de Luta

Imagem

Olhos azuis de cegos

Imagem
Hoje a noite o surfe feminino invade o Canal OFF. Acompanhe a partir das 21h mais um episódio do No Meu Lugar. Veja mais detalhes no site: www.canaloff.com/nomeulugar
Posted by Canal OFF on Quinta, 15 de outubro de 2015

Olhos azuis de cegos
(André Anlub - 2012)

Jovem, bonita e mortal
Uma crônica cólica romântica pode até ser fatal
Mas para corações fracos e desprotegidos
Quase todos que há.

Ela deixa o sujeito de quatro, febril e sem norte
Clamando pela morte sob o ataque juvenil
Em um labirinto do fauno, entregue a própria sorte
“A inocência tem um poder que o mal não pode imaginar”.

Quando se alcança uma idade avançada há uma predisposição
Uma espécie de paixão pelas coisas mais novas
A luxúria de cunho sexual e erótico movido pela imaginação
O que foi rima vira verso, o que foi verso torna-se prosa.

O poder da juventude é efêmero e nada discreto
Existe o enorme preconceito pelo ultrapassado ou velho
A pureza do novo, que ante visível, assim não é mais reta
Sinuosa estrada que no final volta ao seu …

Nem toda Morte é Morte

Imagem
Nem toda Morte é Morte (André Anlub - 2011)
Hoje bem cedo pela manhã Sentei-me à mesa do bar para me fartar Letras se formaram no café expresso Não dei importância, confesso... Queimei a língua e bebi.
Enterrei a inspiração ao nascer do sol Errei de rumo, mudei de mão Olhei-me no espelho e vi solidão Fiz do fim uma música.
Peguei a gaita e o jeito Berrou um blues dos pesados Poesia traçada na harmonia única Bate com o coração no meu peito.