Postagens

Mostrando postagens de Novembro 22, 2015

Um Moinho

HORA DO SKATE! Nessa semana começamos a reexibir o programa da Leticia Bufoni. O primeiro episódio tá passado agora. Vai perder? Veja mais detalhes no site: www.canaloff.com/leticialetsgo
Posted by Canal OFF on Domingo, 22 de novembro de 2015

Um Moinho

A travessia é dura:
Dias de chuva
Noite de frio
Dia bem quente
Noites sombrias.

Nesse caminho confuso,
Nessa estrada sem placas;
Entre o reto e o obtuso,
Todos afogam suas mágoas.

Com a bota furada,
Pisando em barro ou em pedra;
Pronto em pé ou na queda,
Tiro o melhor na caminhada.

Se encontro uma rocha grande...
Serve para descansar;
Se encontro um mar...
Sou filho de navegante.

Se a fome quiser ser minha sombra...
Como um pedaço de pão;
Se não saciá-la...
Posso matar um leão.

Tudo posso e tenho
Se a força não me faltar;
Como um moinho de água
Que mesmo se o poço secar,
Usa o vento para a roda
Nunca parar de girar.

André Anlub®

Animal do bem e o tal

Imagem
Animal do bem e o tal

São animais indiscretos e contemplativos
na mansidão imaginária e cada vez mais.
No hipotético paraíso na zona de conforto
vão chegando, vão vivendo outros desafios
pés que não cansam de andar fora dos trilhos.

Vê-se os trilhos do bonde
no pé das frutas do conde
no entorno do misto dos milhos
com as doces e tortas espigas
do conde de monte cristo.

Na ré do trépido bonde
tudo trepida e o vinho vai longe
entorna, esguicha e mancha
a roupa de linho da moça
que o pranto fez poça
a olhos vistos.

São animais de cegos charmes
e quase sempre atrapalhados.
Na obsessão que alguém os agarre
salvando-os do fortuito afogamento
dos salgados e amargos mares.

São animais como nós
com nós nas vis ventas
que inventam o ar atroz
logo após se lamentam.

André Anlub®
(28/05/13)