Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 17, 2015
APROVEITAR ENQUANTO ESTÁ BOM

Há muito anos já eu uso o mote “vamos aproveitar enquanto está bom, porque vai ficar pior”. Digo isso geralmente quando alguém se queixa de uma situação ruim. Nunca ela é tão ruim quanto pode ficar mais adiante. E tudo indica que logo ali, mais adiante, ela vai ficar bem mais do que muito ruim. No cenário mundial a gente tem dois elementos cruciais: a ecologia torpedeada e os radicais muçulmanos. São duas energias que marcham firme para um objetivo comum: a destruição. O que sobrar das explosões terroristas vai ser consumido pela poluição. A morte do Rio Doce, no Brasil, é o atestado de que já podemos nos candidatar a sócios do clube. Não acredito numa ação vigorosa do IE em nosso país, mas, como tudo é possível, isso também é possível. O cenário interno estará conturbado mesmo é pela radicalização política. Seja qual for o resultado desta palhaçada que chamam de Impeachment – uma das coisas mais irresponsáveis que já se fez, depois da eleição de Collor – …
ROESIAS

Procurando o sol no cinza que o sol deixou que brincasse um pouco.
..........................

Trago-te um sorriso cansado mas aprendendo a descansar.
..........................
Todas as árvores e mais algumas que ainda não viram minha floresta.
.........................
Vou te falar de expectativa e vais me falar também, mas não será a mesma coisa.
.........................
Nenhuma distância maior do que estar longe logo ali.
..........................
Não sou menor que meu tamanho. Mesmo que sejas gigantesco diante de mim.
.........................
Deixo-te a carta que jamais escreverei junto com todas que te deixo sempre.
..........................
O azul da tua noite, o azul profundamente azul da tua noite só tua.
..........................
Um pássaro junto ao pássaro. Os dois dizendo que não. Os dois dizendo que sim. E o céu também.
..........................
A amiga longe e o coração sabendo que longe é logo depois de logo ali.



(Rogério Camargo)

Ótima quinta

Imagem
Atravesse os mais tortuosos logradouros
Cobice as respostas e não os louros
Vire o mundo do avesso, como num desenho
Enfrente mandinga e sol quente, com muito empenho
Seja pigmento sólido ou pó solúvel
Transmita o que vive e pensa, em ínfimo espaço
No papel deixe sua vida e assine embaixo.