Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 23, 2015

Feliz Natal

Imagem
Outro dia flagrei-me lembrando de certa véspera de Natal, lá pelos idos de 1992, quando encontrei nas areias finas da praia de Grumari, um grande amigo de infância; foi realmente uma enorme coincidência, já que estou falando de uma praia que se encontra numa reserva ambiental, que conta com a presença de poucos “points” e que é brindada com ondas em quase toda sua extensão (2,5 km). O encontro: estava na praia num dia ensolarado, dando minha corrida pela areia e esquecendo-me da advertência do médico a respeito do meu joelho bichado... Advertência esta que eu não deveria correr nem pela areia mais dura, perto do mar, muito menos pela areia fofa... de repente vi aquela prancha fincada na areia, ao lado de uma cadeira vazia e um guarda sol com estampa de cerveja. Reconheci a prancha e já voltei meus olhos ao mar. Lá estava o “brother”, surfando de jacaré, bem ao estilo de nossa meninice... sentei-me na cadeira, meu joelho “sorriu”, olhei novamente para o mar e assobiei... trocamos aceno…
BEM BRASILEIRO

Dois eufemismos bem brasileiros: “Me empresta?” e “Depois falo contigo”. Quando alguém diz me empresta? via de regra está querendo dizer me dá. Como me dá é uma forma pouco elegante, invasiva, quase agressiva e como também ela coloca o pedinte suma situação muito mais fragilizada do que o me empresta, o me empresta funciona como me dá. Legiões de pessoas sentem-se indignadas: Me pediu emprestado e nunca mais devolveu! Ou: Fui pedir de volta e ficou uma fera comigo, onde é que já se viu? Já se viu aqui mesmo, e a toda hora. Assim o depois falo contigo. Está no lugar do não quero te atender, do isso não me interessa, do não tenho tempo pra isso, do não me aborrece. Fórmulas, evidente, que não dão face para ninguém. E este é o xis da questão: dar face aos envolvidos, para que o grau dos ressentimentos não ultrapassem determinadas medidas, dentro das quais todo mundo pode continuar pedindo emprestado sem devolver ou não querendo conversa sem que os atingidos por isso tomem o…