Pendura e perdura

O Cachorro Colocou o Terror KKKKKKKKKKKKKKKCreditos => youtu.be/WyTeiwQUtCA
Publicado por MC Maromba em Quarta, 24 de fevereiro de 2016


As minhas mais longas retóricas
são os amores que carrego na alma
afunilam na mão e na boca 
e despontam pelos meus dedos trêmulos
e minha língua inquieta.

André Anlub

Pendura e perdura

Verás os varais pelo planeta afora
alguns dependuram difusas histórias
toalhas sujas, lençóis manchados
burcas, fardas, camisolas...

Verás secarem farrapos
roupas de seda e algodão egípcio
algumas despontam sacrifícios
pintam os adornos nubentes.

Verás os varais internos
que penduram o ódio retido
enxuto, infecundo, rachado
como as rugas do envelhecimento.

Também verás os que penduram amores...
de diversos calibres e cores
sem importância do enxuto ou ensopado
vale o corpo que aqueceu algum dia.

André Anlub

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer