Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 14, 2016
DUAS FRASES DO FRANCIS

“Os Estados Unidos forçam a democratização mundo afora porque querem vender coca-cola e instalar MacDonald’s” (Paulo Francis). Quem quiser acreditar em intenções excelsas que acredite, mas que no fundo o interesse é sempre financeiro só não vê quem não quer. É um fundo falso, há um mais embaixo ainda: o poder. Dominar o mercado é ser poderoso. E o poder é o maior dos afrodisíacos pelo simples complicante fato de que através dele todo mundo se acredita sendo. Parece que não há como negar existência (valor, identidade) a quem manda nos outros. Então, desde uma banal conversa na mesa do almoço a um debate secreto sobre a melhor forma de derrubar Assad, a marcação de presença está sempre ali. Ganhar paradas é compulsivo. Impor-se aos outros é compulsivo. Mostrar quem manda, quem sabe, que pode, quem vende mais coca-cola é compulsivo. (E os exemplos são ótimos porque tanto coca-cola é uma porcaria quanto a comida do MacDonald’s é uma droga; ambas detonam com a saúde …

Anéis de ouro branco

Imagem
Anéis de ouro branco
Teus anéis de ouro branco brilham como os dourados, São de dureza feito ferro, redondos como o globo. Anéis como tu és, valiosos e únicos... Carregados com gosto... Mas que ostentam a penúria de serem vistos e terem utilidade.
Tu viajas onde divagas – devagar –, reages. Vives na teia da aranha que abraça o todo: mundo, as pessoas e os desejos. Na elegância que tens, encontras versos na ponta do lápis. E todos tem dito: como é bom ler-te; cada letra, cada frase, cada verso... A união das palavras em coito vivo.
Está ai, pra quem quiser ver, a paz e o amor, Que saem do coração e derramam em delírio, em choro e em grito.
Falaste que a inspiração havia encontrado o fim, perdendo o ritmo, sem voz no coro. Os anjos não voavam nos sonhos, e loucos, sem as flechas – em vestes brancas, Riam das caretas das carrancas. Talvez tenha desgarrado a ovelha negra do rebanho; Conseguindo a liberdade, desfrutando do assanho.
Gritaste que as vidas são como as famílias, como os aflitos; São alimentos d…