Postagens

Mostrando postagens de Maio 26, 2016

(sem título)

Imagem
Ligue 180 - Central de Atendimento à Mulher (ONU Mulheres Brasil)
(releituras de mim)
Falam de bailarinas, De estrelas cadentes e flores.
Falam de amores, De destinos, esquinas, Borboletas e odores.
Mas poucos falam do artista, Em seu mergulho no meio, Sem medo e sem freio, Num oceano de caos.
E ao unir os extremos, Teremos, sem pressa, A composição de um poeta, Que beija na cópula, O corpo e a alma Do bem e do mal.
Ficaríamos a eternidade, Ponderaríamos em múltiplos dialetos:  Esperanto, mimica, outra louca, Canto dos anjos, sinais de fumaça, Em puras línguas e raças, Dos baldios ou espertos Até além da imortalidade.
Mas salivas não seriam gastas à toa, Expondo as qualidades extremas Da força da inteligência, O poder do ventre e da cria Ecoando ao vento e ao sempre.
A voz que nunca é pendente, Nesse momento presente Agarra a unhas e dentes O direito de expor ao planeta O que das mulheres pertence.
André Anlub