Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 27, 2016

Dor de cada dia

Imagem
R.I.P. (descanse em paz)
Dor de cada dia
Subindo montanhas, ao longo do frio de uma nevada, me encontro e me perco em pensamentos e palavras. Soltando besteiras que se assemelham a grunhidos, vou nascendo como um feto chorando, batendo a língua nos dentes, que variam de palavras à calafrios.
Por entre mágoas de um ser que é só arrepio, os caminhos sem pautas, cada manhã mais sozinho. Sinto sua falta, de carne, osso e alma, me fizeram ir sem destino, rumo ao nada, encarar a besta... Besta essa, menos má e feia, se comparada a minha saudade.
Tenho sonhos, tenho uma dor me sucumbindo, arrancando minhas entranhas (novamente um rebento em prantos)...
Serei sempre essa criança que espera por você.
André Anlub®