E vai...

Na caricatura real...
Vi a canção no céu um borrão,
O bordão de pôr do sol
E na história nada é ponto final...
Tudo é sinal imortal de um refrão.
----- // -----
Não acredito em “olho grande”, mas acredito em alma pequena; acredito em gente que fracassa e não levanta (pois acha que nunca caiu); gente que não admite o erro e segue sua vida medíocre sempre procurando alguém para a transferência de culpa.
----- // -----
Não devemos plantar, adubar, tampouco colher o ódio ao nos depararmos com algo que é fruto de uma ignorância alheia; devemos abrir a mente como se faz com a terra, preparar o solo com precisão e probidade, e espalhar as sementes da coerência, bom senso e justiça.

Postagens mais visitadas deste blog

Tempo de recomeço

Parte XI