Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 19, 2017

Ótima semana

Alguns perguntam o porquê de apoiar uma manifestação, uma passeata; o porquê de tanta raiva e inconformismo... Se há educação e comida na vida de todos que ali estão. 
É nessa hora que notamos os muitos que não foram corrompidos, os muitos que se preocupam com o bem-estar geral, não só com satisfações particulares, ganhos e conquistas pessoais.
Ainda existe e resiste o humanismo. E não são os corações que vivem para bombear o sangue frio e aguado ao corpo; são corações que batem pelo calor humano, pra amparar e abraçar, por amor à vida e ao próximo.

As paixões incompletas estressam
Surgem, mas não se deixam ver
Ficam cobertas com o manto da noite
E somem no mais sútil alvorecer

Amo ver-te
Nua em sedução
Onde passeia minha paixão
Que toca tua alma faceira
Beleza que tonteia
Minha cálida e pálida visão.

Coloque mais um prato na mesa
Mais lenha na lareira
Ajeite a cama
Convide-a para um chá
Faça as pazes com a vida
A felicidade quer ficar.

Coração
Louco coração
Ponderado na batida
Organizado na percussão
Vive …

Tempo de ser coruja

Imagem
Tempo de ser coruja

E é mais ou menos assim:
Todo ser noturno tem dons...
E uma espécie de bússola na mente
É inerente também a delicadeza do silêncio
Junto com a irreverência da escuridão.

Com olhos bem abertos, bem espertos
Vê tal mundo azul marinho, azulado sombrio
Engana-se quem pensa que vive sozinho
Há uma multidão no breu que o cerca.

A solidão é como um ser noturno
Muitas vezes fere de surpresa
Provém do escuro – não há defesa
Mas tenta-se sempre se proteger e evitar.

Falsidade e traição são como vaga-lumes
Ficam no escuro e na luz ao mesmo tempo
O despojo não fica bem visível, bem funesto...
Está-se coruja – finalmente há defesa...
Os belos olhos abissais.

André Anlub