Postagens

Mostrando postagens de Março 6, 2017

Ótima noite

Imagem
A vida pode ser farpa entre unha e carne, 
um bambu que não quebra com o vento que varre, 
ou estrelas que brigam com o raiar de um dia.

Camélias brancas que transbordam a paz
Embelezam na alma os jardins de consensos
Das tolerâncias os incensos mais doces
Afogando os rancores em um amor mais intenso.

De repente se viu rei
Mas de nada serviu
Dia e noite acuado
Enterra sua liberdade
Em terra afogado
Quando o real vira pérfido
Do amor falsificado
Paixão é cadafalso
A forca é a realidade.

Dê-me seu melhor sorriso
Aquele intenso, meio sincero
Todo lero, mero siso
Que mexe com meu brio
Benevolente
Incandescente
Que eu admiro.

Com afinco me afogo em afagos
Canto meu amor aos quatro cantos
Otimismo e paixão me confortam
A candura constrói nosso castelo
A fidelidade faz a guarda na porta.

André Anlub®

Ótima tarde

Impulso do mundo (4/3/17)

A inquietação da língua fez-me escrever tais aforismos
Em inícios, meios, fins e afins no a fim de espairecer.
Ela, imensa, na mente a imagem intensa do meu bem-querer;
Sou assaz devotado e derrotado, o amor sem dor e egoísmos,
Venceu-me na guerra eterna e benquista da conquista. 

Na efemeridade não há enfermidade que não se queira,
Na gostosa zoeira arteira, o doce mel que derrama em brincadeiras;
Vi-me guri, lisonjeado e acolhido por ser o escolhido,
A flechada do Cupido, o culpado por toda alegria que vivo.

A solidão – agora quieta – não mais me abocanha a alma,
Aguarda calma sabendo que um dia chegará novamente sua vez.
A solidão é solícita para esfriar o corpo e esquentar a saudade,
Que faz sua parte apimentando – à parte – toda relação.

Vejo você no horizonte, o coração se faz fera e acelera,
Encerro minhas palavras, pois tais não são necessárias;
Sossego minha língua – antes convulsa –, reservo aos beijos...
O mundo quase sai de seu eixo, pois é esse amor que o impulsa…