Postagens

Mostrando postagens de Março 23, 2017

Manhã de 7 de junho de 2015

Imagem
Imagem: Mensagem subliminar - Subliminal message
A conotação disse pra denotação que ela tinha um coração de pedra, a denotação acreditou e morreu de infarto!
A arte e o tempo se vão – vontades e desenhos de pele ficam.  (Manhã de 7 de junho de 2015)
Trouxeram-me os Anjos alguns rabiscos nessa madrugada. Eram folhas sem nada, em branco, mas tudo ali continham. Foi o mundo ao avesso no desapresso das pressas. O pensamento ligeiro deixava nas nuvens rastros de onde nunca passou enquanto o mar, meu amigo, me aguardava em uma próxima e breve visita. Os olhos fechados em sonhos iam aquém e além do tempo presente; pude ver tão claramente um fato nunca consumado. Por onde estaria um quadro chamado “chupa cabra” que pintei e presenteei uma amiga? Onde estaria essa amiga? Pois é. As flores belas nos cantos da sala, as velas queimando e perdendo seu corpo; as flores ainda com cheiro delicioso e as velas ainda tinham muito a queimar. Um poço de água doce e limpa em formato de lembrança... Uma água n…

Congelando os laços

Imagem
Congelando os laços
Tu estavas bela na mente com aura brilhante dourada emanavas energia tão quente aquecias minha alma acamada.
Destilavas o amor no teu sumo o perigo da peçonha na veia que desvirtua o coração em teu rumo pondo fogo na paixão que incendeia.
Perdido, me entrego em teus braços na cadência tempero a canção expondo o sentimento em oração.
E, enfim, congelamos os laços o sonho, o céu, a realidade no fino gelo eterno da fidelidade.
André Anlub® (26/03/13)