Postagens

Mostrando postagens de Março 24, 2017

Advogado do Diabo

Advogado do Diabo (Letra de 2009)

Se for pra prender ele prende
Se for pra soltar é urgente
Tira o culpado de uma cela
Coloca um inocente nela.

Não tem chifre
Não tem rabo
Advogado do diabo.

No Brasil estão camuflados
Nas polícias, no Senado
Não querendo ser julgados
Pelo povo abandonado

Estão no governo americano
Que diz defender a igualdade
Mostrando a cara real 
Na verdade do Iraque.

Não tem chifre
Não tem rabo
Advogado do diabo.

E o rabo abanou o Capiroto
No rito, no ralo, no arroto;
E o rabo caiu nascendo outro
Sem cor, sem odor, semimorto.

Se for pra prender ele prende
Se for pra soltar é urgente
No Brasil estão camuflados
Nas polícias, no Senado.

André Anlub®

Finalidade da arte

Imagem
Livro (capa, contra-capa, orelhas): ABC Tríade Poética  de André Anlub, Beto Acióli, Carlos Marcos Faustino 

Finalidade Da Arte  

Abraço o pincel como se fosse meu pai
Chega de despedida, chega de adeus
A inspiração chegou, a timidez se foi
Sou Netuno, Odin, Zeus.

Faço um traço, entro em ação
Cores dimanam do meu pensar
Encéfalo explode, ogiva nuclear
Arco-íris, cogumelo, refração.

Começam a germinar imagens
Transpor o que tinha na gaveta da mente
Minhas passagens, viagens incoerentes
Saem absolutos, imponentes, pelas mãos.

Os "nãos" e os "sins" de outras épocas ou horas
Conspurcam a tela branca 
Formam uma figura que desbanca
A imaginação do artista, sua história.

E pronto, o rebento lindo e bem-vindo
Ali, à sua frente, imaculado
É mais uma obra, quase do divino
Da verve, alento, do artista amado.

Gosto de pintar, gosto de poesia, de escrever e tocar bateria; gosto de viver longe da vida vazia, faço das artes minha orgia.

André Anlub

Aurora

Imagem
Ainda mergulho de cabeça em uma paixão; mas checo a profundidade e a temperatura da água, coloco touca, tapa ouvidos e ai sim, penso duas, três, quatro vezes e (quase sempre) vou.
Aurora (12/12/08)

Chegou agora
Chegou a tempo
Fagulhas do amor.

Do chão que pisa
Do chão que beija
Aurora da vida.

Sentimentos
Desencantos
Sofrimentos.

Uma promessa 
Um tudo que é bom
Doce mentira.

André Anlub®