Postagens

Mostrando postagens de Março 26, 2017

Na violência do fluxo e da força

Imagem
Não tenho heróis... nem deus, nem meu pai, mãe ou qualquer outro amigo ou membro da minha família! O bicho homem é passivo de traição, e costuma fazer bom uso desse "direito". Não espero, nem projeto nada de/em ninguém para não me decepcionar! Não acredito em Sassá Mutema!

Na violência do fluxo e da força (4/1/16)
(Inspirado no livro 'violência' de Slavoj Žižek)

Nunca mais tive amor por ninguém, 
Mas falo de amor mesmo – aquela paixão de amor, 
Mão suada, pensamento obsessivo, 
Viver sonhador em voos corriqueiros... 
Quase um pesadelo bom, bom horror;

Por diversas pessoas tenho afeições inquietantes e derradeiras,
Tenho apegos, mil admirações, contemplações, tesões e besteiras...
Mas não é amor;

Não quero que pareça justificativa,
Querer ficar bem na fita, 
Mostrar-me sempre feliz...

Mas de que adianta fugir? 
Pois até a não justificativa existe, 
Mas não condiz.

Amor mesmo, de verdade, só tive um;
Foi soberbo e sombrio, 
Maltrapilho e massacrante...
Amor de decepção abissal e humilhant…

Mulher (compilação)

Imagem
Mulher (compilação)
Só o amor constrói; às vezes imponentes casebres de madeira; Às vezes impotentes castelos de areia. Ele: é bem verdade, o amor o fez de servo, à mercê do seu regalo, Diluiu-se em seu cerne, atravessou o fino gargalo; Qualquer antes desafeto, agora é reto, é sombra, é estalo.
Ela: É extremamente elegante – por dentro e por fora; Abraça a aurora, flerta com o ocaso, e, por acaso, faz amor com a noite. Seu sorrir é um florir; seu chorar é um chicote que lhe traz sorte; Brinca com a morte, mas trata com seriedade a miséria afora.
Pensa em mergulhar de cabeça na paixão verdadeira; Mas antes checará a profundidade e a temperatura da água, Colocará sua touca, seu tapa ouvidos e afogará suas mágoas; Irá ensaiar uns gemidos; irá organizar os argumentos; Então pensará três ou quatro vezes e, quase sempre, cairá fora.
Ele: Já rodou pelos vis bares e espeluncas loucas da vida; Em puteiros faceiros falidos com mulheres musas de esquina. Já se viu na latrina latente e na obscuridade incurável do…