Postagens

Mostrando postagens de Abril 16, 2017

O dia em que tentaram matar Bob Marley

Imagem
O dia em que tentaram matar Bob Marley com um tiro no coração
Martin Riepl - Da BBC Mundo - 6 setembro 2016

Na noite de 3 de dezembro de 1976, sete homens armados entraram na casa do cantor de reggae mais famoso do mundo: Bob Marley.
No pátio da casa, eles encontraram a esposa do cantor e compositor, Rita Marley, e, sem dizer nenhuma palavra, deram um tiro em sua cabeça.
Três deles cercaram a casa e os demais entraram na cozinha onde Marley conversava com os integrantes de sua banda, The Wailers, enquanto preparava uma salada de frutas.
De acordo com a jornalista britânica Vivien Goldman, que estava na Jamaica na época, o que aconteceu foi uma cena de fuzilamento em câmera lenta.

Os homens dispararam contra os músicos. O sangue respingou nas paredes e formou poças no chão. Em meio aos gritos, um dos invasores apontou contra o peito de Marley e puxou o gatilho.
No total eles dispararam mais de 80 tiros. Mas, em um desfecho inacreditável, ninguém morreu naquela noite - ainda que as tensões ten…

Folha que se perde e se acha

Imagem
Emílio Odebrecht dá o seu depoimento como quem está sentado na sala jogando conversa fora com amigos; o sorriso no rosto, gesticulando tranquilo que deixa a impressão de ficar faltando o copo de uísque para compor o cenário... Até parece desconhecer que é um bandido, filho de outro bandido e pai de um bandido que está mofando na cadeia.

Folha que se perde e se acha

Maravilhosas são as plantas e folhas balançando com o vento.
Aquela folha que se solta da grande jaqueira
Plana, cai, gira, como um turbilhão alucinado 
Rodando no eixo até chegar ao chão.

Folha quase seca, que estava lá no topo
Mistura-se, cá embaixo, a outras folhas quase secas.
De repente ela se mexe, levanta
Move-se em uma determinada direção.

Outras se levantam - e mais outras - carregadas pelas formigas.
Todos os dias pessoas conversam com seus deuses
Longas conversas, às vezes com joelhos no chão
Ou em cima de uma pequena almofada.

Com as mãos para baixo, cabeça para trás
Em concentração máxima, em oração.
A toda hora pessoas renunc…