Postagens

Mostrando postagens de Maio 18, 2017

Mais sobre tal arrepio

Imagem
Mais sobre tal arrepio (25/2/14)

Diga-me tudo sobre o tempo
Sobre nosso amor
E os ventos que levam e trazem.

Se quiser que eu cante
Ou monte num elefante
E vá desbravar o entrave.

A viagem está só no meio
Em sua melhor parte.
Onde na paisagem não há feio
E parece única e conhecida
Mas é lua e novidade.

Os dias são sempre belos
Se libertamos os olhos
Para os aspectos.

Espertos andam sempre lentos
E em certos momentos
Abrem os seus velcros.

Podíamos perpetuar o amor
E passar os anos
Quiçá as décadas
Por que não milênios?

Vejo em equivocado intento
Pessoas engomadas
Com ouro nos dentes
Mas companheirismo em lata.

Agora o vento bate as portas
Fecha as janelas
Tapa ligeiro as frestas.

Tudo agora leva a crer
Que o breu fará morada
Mas não aconteceu.

A luz da nossa história
Iluminou com glória
Toda a madrugada.

Bonjour

Imagem
Uma linda nebulosa me persuade
Fico com receio de satisfazer meu arroubo
Mas meus pés nesse solo quente que arde
Não conseguem permanecer sem meu voo

Logo que começaram a reciclar o lixo
certos indivíduos
inúteis e presunçosos
perderam um adjetivo.

A cobiça gasta seu tempo e cansa seus olhos
pois os deixam perdidos
em um frenesi baldio.

Papo reto:
viver não é o bastante
queremos por perto os afetos
sexo, chocolate, diamante
mesmo que por um instante
só para querermos de novo.