Postagens

Mostrando postagens de Maio 29, 2017

Chá de sumiço

Imagem
Chá de Sumiço (música feita em 2006)

Estou vendo lá, ao longe
Um micro umbigo abominável
Pensa ser deus ou um monge
Mas nem sequer é palpável!

Aos que amam poesia, desejo saúde.
Aos que criam a melodia, plenitude.

Na inquietude da melancolia...
Que se cala diante da inspiração
Coloca-se a mão e dá-se o grito de alerta...
Constrói-se uma Taba (ou não).

Para quem não gosta de nada disso...
É chouriço, chá de sumiço,
Chá de voo ou chá de queda
Ou vá à meLda! 

Aos que amam poesia, desejo saúde.
Aos que criam a melodia, plenitude.

Na verdade pronunciada, pré-nupciais anuncia o pé na estrada:
Esteve em estada completa, na campana da cabana da mata...
Morre ou mata...
Vá à guerra, vá à farra,
Vai na marra, vá e se amarra,
Ou vá à meLda.

Filha chave de cadeia
Tomou chá de sumiço
Experimentou um chouriço...
A mãe há nove meses
Com o compromisso
Toma chá de cadeira.

Desejo saúde, aos que criam a melodia
Desejo plenitude, aos que amam poesia.