15 de maio de 2013

Ótima quarta aos amigos



Nem todo gato mia pro sol nascente

Por amor tudo faço
nada laço
nada penso 
e tudo posso.

Logo estarei com ela
em novo sonho, nova ideia.
Em distantes planetas, inúmeros cometas
mil sentimentos, dez mil momentos
outras facetas.

Amo os excessos
nossos sucessos e esquemas.
Desvendando os teoremas
esquecendo retrocessos 
e anátemas.

Em paz
abro um gigantesco sorriso
e, nada indeciso, festejo.
Meu desejo não é conciso 
e no benfazejo 
busco o breve beijo.

Os filhos que não vieram
mas mantiveram 
os trens nos trilhos.

Pois é outro dia
e nem todo gato mia
pro sol nascente.

O embuste está quente
secando a lama
no rol da fama
da hipócrita gente.

André Anlub®
(14/5/13)

Opções: barra lateral (acima à esquerda) /// Biografia: clique em "leia mais" (abaixo à direita)

Escritor, autor de seis livros em papel: Poeteideser de 2009 (edição do autor), em 2010 o e-book Imaginação Poética, em 2014 a trilogia...