Para ponderar nesse final de tarde

E a moda agora – (atualizada)
(originalmente escrita por André Anlub em 2010)

A moda agora
Não é mais o crack
Nem ser bipolar
Ou ter Pitbull
Falar por falar.

Não é o tal lepo lepo
Ou no ombro um beijinho
Mascarado nas ruas
Gerson e seu jeitinho.

Ser um ser correto
Politicamente
Ou sexual metro
Fanático demente.

Não são as nádegas 
Cheias de celulite
Nem os silicones
Arrisque um palpite.

Não é mais dizer
“Imagina na Copa”
Drummond sem os óculos
No banco de Copa

Não é a crise conjugal
Ou uma lá na Espanha
Falar fino e ser macho
Ou mais um morde fronha.

Se comover com o tufão
Ou outra novela
Com furacão Sandy
Ou com Gabriela.

Defender animais
Virar um vegano
Criticar policiais
O mundo acaba esse ano.

Mas esse tal de Nióbio
Criou uma ação confusa
Ninguém sabe que existe
Pra que serve e quem usa.

Na atual conjuntura
Não posso esquecer
O mensalão
Pessoal do PT.

Mas na verdade
Existe muito mais
Não estou na idade
Pra dizer “tanto faz”.

Tem que aprender
A ler e ouvir
Pesquisar a verdade
Não ser conivente
O que a pátria parir
Sobra sempre pra gente.

Mas tudo isso se torna
Um gigante etecetera e tal
Pois todo o povo adora
Quando chega o Carnaval.

Cair não é problema! 
O problema é a obstinação em passar do chão.

GREGÓRIO DUVIVIERCara elite,sei que não é fácil ser você. Nasci de você, cresci com você, estudei com você, trabalho...
Posted by Caiubi Miranda on Segunda, 29 de junho de 2015

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Um Eu qualquer

Parte XI