Nova vida


Nova vida

Veio forte batendo de frente, cadenciando o coração...
Aceito então! Com os devidos encargos.
As ações estão evidentes, transparentes e pensadas;
As emoções vêm dispostas, bem-vindas e em explosão.

Erros passados são páginas viradas;
Erros novos são novas desconstruções.

Estaciona, faz a casa e alimenta de cor os dias;
Massageia com mãos de Fada, sublimemente, sublinha a mente.
Evidente: o cuidado se faz presente com seu frêmito,
No aspecto do recíproco, do respeito, do respiro.

Leve e esplêndido como pluma que só sobe,
Em frenética calefação, em ação e em rodopio.

Acertos novos são páginas adornadas, reescritas, 
Na ponta do lápis que desenha e escreve nova vida.

Tragam vozes, resmas, versos, temas, 
o meu amor pela praia passeia; 
na orelha uma açucena, 
emoção é plena, 
o coração está sereno 
e o olhar está sereia.

Postagens mais visitadas deste blog

A chuva bem-vinda

Tempo de recomeço

Um Eu qualquer